FISHERY PROFILE

Lion's Paw Scallop by Farming

Baía da Ilha Grande, Brazil

PRIMARY SPECIES:

Lion's Paw Scallop

FISHERY OPENINGS:

Jan 01 - Dec 31

Scallop Mariculture

As vieiras da Baía da Ilha Grande são orgânicas, e produzidas de forma sustentável (social, ambiental e econômica). O IED-BIG (Instituto de Ecodesenvolvimento da Ilha Grande) possui um laboratório responsável por produzir e fornecer as formas jovens (sementes) para os produtores locais associados a AMBIG (Associação de Maricultores da Baia de Ilha Grande) que fazem a engorda, a colheita e a comercialização em sistemas de cultivos de pequena escala em ambiente natural.

Harvesting Method

Scallop Mariculture

As vieiras da espécie Nodipecten nodosus são produzidas em fazendas marinhas na Baia de Ilha Grande, em estruturas conhecidas como lanternas japonesas. Essas lanternas são cilíndricas e envoltas por uma rede cuja malha varia entre 15 a 30 mm. As mesmas ficam imersas na água, amarradas em cabos (os espinheis), como um “varal marinho”. Esses espinheis podem ser de superfície ou de fundo.

Scallop Mariculture

O cultivo envolve quatro estágios principais: a semeadura, a engorda ou crescimento, a colheita e a comercialização. Na fase de semeadura, as sementes (formas jovens) são acondicionadas nas lanternas japonesas, mantidas imersas e fixadas ao cabo-mestre do espinhel. As densidades máximas dependem do tamanho do animal, variando de 80 vieiras por piso (entre 30 a 50 mm) até 18 vieiras por piso (animais maiores que 70 mm). As sementes são produzidas no laboratório do IED-BIG e depois de 3 meses vão para os maricultores associados à AMBIG, medindo entre 6 a 30 mm. A vieira possui rápido crescimento, atingindo de 8 a 10 centímetros de comprimento de concha entre 12 a 18 meses.

O cultivo de vieiras exige um manejo mensal, visando a troca das lanternas, a seleção por classes de tamanho, a manutenção das densidades de cultivo adequadas, e a limpeza de organismos incrustantes, que retardam seu crescimento. O manejo e a colheita são essencialmente manuais e artesanais.

Conservation Measures

As vieiras da Baía da Ilha Grande são orgânicas, e produzidas de forma sustentável (social, ambiental e econômica), pois não envolvem retirada de indivíduos de populações naturais e não utilizam nenhum tratamento químico ou biológico no cultivo.

Os produtores de vieiras associados a AMBIG seguem o “REGULAMENTO DE PRODUÇÃO DE VIEIRAS DA DENOMINAÇÃO DE ORIGEM BAÍA DA ILHA GRANDE”.

As documentações dos produtores são minimamente a licença ambiental, o planejamento anual de produção, os controles de manejos e o relatório quantitativo de produção.

As regras de produção incluem:

  • As formas jovens de vieiras (sementes) deverão ser da espécie Nodipecten nodosus e serem adquiridas com tamanho entre 6 e 30 mm.
  • As sementes deverão ser adquiridas de laboratório de produção de sementes.
  • As sementes deverão ser semeadas em lanternas japonesas ou “pearl nets” ou bolsas ou caixas flutuantes, confeccionadas em malha de 4 a 15 mm, logo após sua aquisição.
  • As densidades iniciais de semeadura devem ser as seguintes: Sementes até 15 mm: máximo até 400 sementes/piso; Sementes entre 15 e 30 mm: máximo até 200 sementes por piso.
  • Na fase de crescimento / engorda as vieiras deverão ser criadas pelos métodos de sistema de espinhel (long-line) de superfície ou de meia água ou pelo sistema de balsas flutuantes.
  • Para otimizar o crescimento, controlar a qualidade dos animais e manter um melhor controle da criação, deverão ser realizados no mínimo 5 manejos.
  • Os intervalos entre manejos deverão ser de no máximo 90 dias de acordo com a fase de criação e o planejamento de produção desta.
  • As densidades máximas de estoque deverão ser: vieiras com tamanho entre 30 a 50 mm – máximo de até 80 animais/piso; vieiras com tamanho entre 50 a 60 mm – máximo de até 40 animais/piso; vieiras com tamanho entre 60 a 70 mm – máximo de até 25 animais/piso; vieiras com tamanho maiores que 70 mm – 18 animais por piso.
  • Na fase de colheita / despesca as vieiras deverão ser submetidas a limpeza prévia para retirada das incrustações de suas conchas em balsa de manejo e sob água circulante.

In this lobster fishing area, fish harvesters actively participate in scientific data collection and research such as:

  • a comprehensive data collection system on catches
  • scientific sampling of lobsters at sea
  • maintaining catch logbooks and scientific field notebooks
FISHERY DETAILS

Baía da Ilha Grande, Brazil

MAP
FISHERY OPENINGS

Jan 01 - Dec 31

Quality and Handling

Na fase de colheita as vieiras são retiradas manualmente e são submetidas a limpeza prévia para retirada das incrustações de suas conchas em balsa de manejo e sob água circulante.

Vieiras vivas podem ser comercializadas diretamente, quando a compra ocorre imediatamente no local de criação, desde que os indivíduos estejam na água do mar e sejam retirados no momento da compra. Ademais as vieiras são acondicionadas em recipientes específicos e higienizados e mantidas sob refrigeração com gelo ou outro método da cadeia de frio até sua comercialização.

No caso das vieiras comercializadas na concha, estas são padronizadas de acordo com as seguintes faixas de tamanho em comprimento de concha: P- 75 a 79 mm; M- 80 a 84 mm; G 85 a 89 mm; Premium > 90 mm.

As vieiras rastreadas pelo Programa Pesca+Sustentável são comercializadas nas seguintes formas:

- Vieiras vivas (para transporte) – vieiras na concha limpas de incrustações e acondicionadas em água do mar limpa; - Vieiras venda direta - vieiras “in natura” – vieiras vivas na concha e limpas de incrustações, elasticadas e acondicionadas em embalagem isotérmica com gelo produzido com água potável para comercialização.

Harvesting Area

A Baía da Ilha Grande é um excelente local para a atividade da maricultura, sobretudo na produção de vieiras, onde a espécie Nodipecten nodosus pode atingir tamanho médio de 8 a 10 cm de comprimento de concha a partir de 12 meses até 18 meses de criação. A região é caracterizada por locais abrigados, com grandes profundidades próximas à costa, com águas extremamente limpas e isentas de poluentes, e influenciada pela entrada no verão da Água Central do Atlântico Sul, a qual possibilita uma forte estratificação térmica (água fria a 8 metros de profundidade).

Members

Food Info Lion's Paw Scallop


TASTING NOTES

  • Cor: músculo branco com “coral” (parte reprodutora) de cor laranja;
  • Textura: suave, macia e levemente fibrosa;
  • Sabor: adocicado, suave e com teor rico em proteína e sais minerais essenciais e baixo teor de gordura;
  • Preparo Perfeito: A carne da vieira é muito versátil, podendo ser preparada como ceviche ou sashimi, gratinada, cozida na manteiga